sequin

Sequin desvenda “Heart to Feed”

Antes da passagem pelo Milhões de Festa, Ana Miró mostra o segundo single extraído de Penelope

“Heart To Feed” é daqueles temas que se colam à pele, não só pela sua sensualidade, mas também, e sobretudo, pela sua familiaridade. Todos nós já passámos por situações como as retratadas: o amor que escapa por entre os dedos, sem nada mais a fazer. Aqui, em formato de música, este coração é explicado com negritude, mas (e simultaneamente) com a hipótese de dançarmos e expurgamos as dores.

Com a chegada do Verão e de uma significante ronda de concertos, Sequin apresenta o novo single extraído de “Penelope”, o seu disco de estreia, editado em Abril com o selo da Lovers & Lollypops. “Heart To Feed” foi realizado por José Lemos e, tal como o tema que ilustra, observa as relações humanas à lupa.

Ana Beatriz Rodrigues

TOUR Sequin
26 Julho/ Festival Oito20e4, Espinho
27 Julho/ Milhões de Festa, Barcelos
16 Agosto/ Fusing, Figueira da Foz
22 Agosto/ Festival Alcains, Castelo Branco
23 Agosto/ Vodafone Paredes de Coura, Paredes de Coura

gui-amabis-featured

Gui Amabis ao vivo este dia 8 de julho na Casa Independente. Convidada especial: Rita Redshoes

Gui Amabis edita em Portugal o seu novo disco, “Trabalhos Carnívoros”, um trabalho mais introspectivo que o anterior, onde assume todas as vozes e se afirma como cantor e compositor. A edição brasileira, já editada, recebeu críticas entusiasmadas do New York Times e da revista Rolling Stones.

Ao contrário do disco anterior, cujas canções surgiram de experiências musicais e só depois ganharam letra, “Trabalhos Carnívoros” é um álbum de músicas compostas por Gui Amabis e parceiros, para só depois serem arranjadas. Neste trabalho Gui Amabis é o seu próprio intérprete.

É este o disco que Gui Amabis vem apresentar ao vivo em Portugal no próximo dia 8 de Julho, na Casa Independente, num concerto intimista, acompanhado por Rita Redshoes e Tiago Maia.

Gui Amabis editou o seu primeiro disco solo, “Memórias Luso/Africanas” em 2011, e contou com a participação de Céu, Tulipa Ruiz, Criolo, Lucas Santtana e Tiganá. Este disco tem uma ligação muito especial com Portugal, pelas suas raízes maternas! A ligação a Portugal ficou mais forte quando recebeu o convite de Rita Redshoes para produzir o seu novo disco, “Life Is A Second Of Love”, editado agora no nosso país.

Além dos seus trabalhos de autor, Gui Amabis produziu grandes discos no Brasil tais como: “Vagarosa” (2009) e “Caravana Sereia Bloom (2012) da cantora Céu, “São Matheus não é um lugar assim tão longe” (2008) de Rodrigo Campos, “Sonantes” (2008) da banda Sonantes formado por ele, Rica Amabis, Pupillo, Dengue e Céu. Gui também trabalhou em várias bandas sonoras para filmes e séries de TV como: Collateral (2003), Lord of War (2004) (Senhor das Armas), Quincas Berro D’água (2010), Perfect Stranger (2007) Giovanni Improtta (2013), Bruna Surfistinha (2011), Filhos do Carnaval (2009) e Cidade dos Homens (2003).

http://guiamabis.com/

Conferência Internacional KISMIF, Undergorund Music Scenes and DIY Cultures (8 a 11 de Julho)

Este congresso, prioneiro em Portugal, reúne alguns dos principais investigadores que, um pouco por todo o mundo, têm trabalhado a propósito das culturas musicais urbanas, das culturas juvenis, das culturas e criações artísticas contemporâneas, como Andy Bennett, Augusto Santos Silva, Carles Feixa, George Mckay, Nick Crossley, Will Straw e Paula Guerra. Na Casa da Música, na Fac. De Letras da Univ. do Porto, na Matéria Prima ou no Plano B, os quatro dias serão preenchidos com exposições, projecção de documentários, momentos Rise Up e ainda com muita música, incluindo pela noite dentro, com concertos e DJ Sets.

KISMIF Underground Music Scenes and DIY Cultures
Estão abertas as inscrições!
8-11 Julho 2014

Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Casa da Música
Porto, Portugal

Coordenadores: Andy Bennett e Paula Guerra

O Keep It Simple, Make It Fast! Underground Music Scenes and DIY Cultures é um Congresso Internacional que promete agitar a cidade do Porto entre os dias 8 e 11 de julho deste ano.

Realizado no âmbito do projeto de investigação “Keep it simple, make it fast! Prolegomenons and punk scenes, a road to portuguese contemporaneity (1977-2012)”, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, este congresso, pioneiro em Portugal, reúne alguns dos principais investigadores que, um pouco por todo o mundo, têm trabalhado a propósito das culturas musicais urbanas, das culturas juvenis, das culturas e criações artísticas contemporâneas. Especialistas reputados como Andy Bennett, Augusto Santos Silva, Carles Feixa, George McKay, Nick Crossley, Will Straw e Paula Guerra, a socióloga da Faculdade de Letras do Porto responsável pelo projeto, marcarão presença nesta conferência para refletir e promover o debate sobre o tema.

As quase 160 comunicações recebidas, na sua maioria de autores internacionais, estão organizadas em sete áreas temáticas: 1) Music and DIY cultures: DIY or Die!; 2) Porto Calling: meanings, dynamics, artifacts and identities in today’s punk scenes; 3) Music scenes, politics and ideology: social-historical memories and contemporary practices; 4) Contemporary underground cultures’ aesthetics: between the digital, the retro and the nostalgia; 5) Musical production, mediation, consumption and fruition in the contemporaneity; 6) Underground music scenes; 7) Local scenes, communities, identities and urban cultures.

O programa completo está já disponível e pode ser consultado em http://kismif.eventqualia.net.

Mas esta conferência será muito mais do que um evento académico!
Na Casa da Música, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, na Matéria Prima ou no Plano B, os quatro dias serão preenchidos com exposições, projeção de documentários, momentos Rise Up – nos quais os participantes na conferência terão a oportunidade de apresentar os seus trabalhos, sejam eles livros, cartazes, discos, entre outros – e ainda com muita música, incluindo pela noite dentro, com concertos e DJ sets. E, para começar os dias da melhor forma, todos os participantes serão convidados para uma “Punk Run”, uma corrida que promete aquecer os corpos e os espíritos e revelar um pouco mais da cidade do Porto.

7 Keynote Speakers 5 Exposições
5 Centros de Investigação 2 Documentários
7 Eixos Temáticos 2 Concertos
160 Comunicações 2 DJ sets
190 Participantes 2 Lançamentos de livros
30 Países

Informações adicionais em:
http://kismif.eventqualia.net
http://www.punk.pt/congresso-3/
https://www.facebook.com/kismif.conference2014

Esclarecimentos e detalhes através do e-mail kismif.conference@gmail.com ou de Tânia Moreira (KISMIF Executive Comission, tania.kismif@gmail.com, 917455551).

Organização
Projeto Keep It Simple, Make It Fast!, Instituto de Sociologia UP, Faculdade de Letras UP

Co-organização
DINAMIA’CET, CEGOT, CES-UC, Griffith Centre for Cultural Research

KISMIF International Conference - Poster_white